Selinho clubinho da costura

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

A Singer e a Nostalgia


























A Singer é para mim sinônimo de nostalgia. Cresci com ela, foi a primeira máquina de costura em que coloquei a mão e a primeira que eu comprei. Foi nela que dei meus primeiros passos na costura, que quebrei  tantas agulhas. Era ela que ficava no alto do armário e era pesada demais para que eu pudesse pegar. Foi com ela que entrei no universo da costura, com as roupas para minhas Barbies.
A Singer, queridinha de muitas artesãs, nasceu a mais de 160 anos atrás. Foi pelas mãos de Isaac Singer, um americano inventor, que ela foi patenteada, em 1851.  Ele conheceu a máquina de costura no ateliê de Orson Phelps, e notou que algumas mudanças precisavam ser feitas, já que até então as máquinas de costura não eram muito práticas. Substitui a agulha curva por uma reta e fez com que a lançadeira movesse-se em vai-e-vem, ao invés de movimentos circulares.  Após 11 dias de trabalho e 40 dólares gastos, nasceu a primeira máquina de costura realmente eficiente...




























Em 1858, surgiu o primeiro ponto de vendas Singer no Brasil. Notem que a Singer veio para o Brasil 7 anos após ser criada a I.M. Singer & Co., o que é pouco tempo para uma marca se expandir dessa maneira no século XIX.  No início foi difícil colocar a marca no mercado, pela descrença dos consumidores de que realmente funcionasse, mas depois de comprovada a boa funcionalidade foi ganhando credibilidade.  Em dois anos após o início das atividades, era líder em vendas nos Estados Unidos.
Agora, com 160 anos nas costas, a Singer  está presente em mais de 150 países e fabrica mais de 250 modelos diferentes de máquinas. Ufa! Como cresceu hein!

E nós, crescemos juntos. Quem não tem alguém da família, seja vó, mãe, tia, que não teve uma Singer? Algumas, até herdaram.  Aquela pretinha, lançada em 1960, foi a primeira máquina de costura fabricada no Brasil, é a principal lembrança desse tempo, onde as mulheres costuravam em casa, as peças não eram praticamente descartáveis e o feito à mão era de grande valor para a sociedade. Agora, estamos munidas de maiores tecnologias, e cabe às crafters, tirar o maior proveito disso e continuar com a missão de produzir peças em que o carinho fala mais alto, seja nas Singers, Janomes, Brothers e quaisquer outras marcas que nos possibilitem crescer como pessoas e como artesãs e contagiar as pessoas com esse amor feito à mão. 

Débi

11 comentários:

Graça Verdiani on 30 de agosto de 2012 13:56 disse...

Adorei seu blog! Também tenho uma paixão particular pelas Singer, por muito tempo foi sinônimo de máquina de costura... Gostaria também que visitasse meu blog, recém-nascido: adornarebordadosebonecas.blogspot.com . Vou adorar te ver por lá! Beijos,
Graça

Jussara Silva on 30 de agosto de 2012 14:48 disse...

Oi Débi! Eu tenho uma Singer pretinha antigona com pé de ferro que uma tia já falecida me deu e não me desfaço dela por nada e a minha Singer mais nova, portátil que é pau para toda obra. Fico até com pena de tanto que ela trabalha. Ótimo post. Bjs.

Jussara
http://caminhandonaarte.blogspot.com

Di Rodrigues on 30 de agosto de 2012 15:52 disse...

A máquina de costura faz parte da minha história e da história da minha familia.
Quantas lembranças...

Camila Schone on 30 de agosto de 2012 17:27 disse...

Relíquia! :) São lindas.. tbm guardo no coração!
Beijos

Lenira Luz del Sol on 30 de agosto de 2012 18:40 disse...

Minha mãe e minhas tias eram apaixonadas pela Singer e eu até hoje sou fiel àquerida marca.Sempre que preciso comprar uma máquina de costura,mnha preferência sempre recai sobre ela,no momento estou com três:uma Facilita,uma zigzag e uma Singer de braço livre.Meu marido já mandou desfazer das mais antigas,mas eu não tenho coragem,pois elas funcionam perfeitamente.Pretendo dar para minhas filhas,quem sabe elas não se animam a aprender a costurar?Beijos.Lenira.

Regina on 30 de agosto de 2012 19:59 disse...

Olha minha mãe tinha uma igual a azul clarinha zig-zag,só que verdinha!!!
Quem tem uma maquina de costura em casa ,tem uma amiga e tanto,para todas as horas!!
Amo minhas costurinhas!!
Menina tem sorteio lá no bloguinho,passa lá se gostarrrr,participe,ficarei feliz com sua presença!!!
Bj^^

Tamara on 30 de agosto de 2012 23:35 disse...

Perfeito! Viva a Singer!

feltromara on 1 de setembro de 2012 16:22 disse...

Olá gostaria de convida-la participar do sorteio do meu blog

Bj

ADRIANA FERREIRA GONÇALVES on 4 de setembro de 2012 10:56 disse...

Olá Muito lindo esta imagem desta Singer antiga, tenho maquina mas não sei custuras,mas amo esta arte
beijocas
Adri
http://adrimanias.blogspot.com.br
Venha me visitar, me deixar um Comentário se quiser até me seguir.

Anônimo disse...

Bom dia....A máquina que fez parte em todas as casas ,na minha casa também teve uma e minha mãe ainda tem,eu também tenho uma que já é uma senhorinha de mais de 50 anos rsrsrs,mas não me desfaço dela e vai ficar para a geração que virá,e sabemos que ela é muito eficaz,claro que as novas que hoje estão surgindo tem opções que ela não tem,mas a Singer sempre terá seu espaço.....bj......

Laura Fagundes on 11 de fevereiro de 2013 19:22 disse...

Eu,possuo uma máquina singer gosto de me aventurar costurando, fazendo alguns conserto .ostaria de aprender a bordar, mas aqui na minha cidade ainda não encontrei nenhum curso pra que eu possa participar.

Postar um comentário

 

Clubinho da Costura Copyright © 2012 Design by Cali Criativa